Minha palestra no TEDx USP



No fim de outubro, participei do evento TEDx USP -- Interações, onde fiz uma palestra sobre as lições que uma carreira meio bizarra no mundo do jornalismo científico, escrevendo sobre pirâmides em Marte, avistamentos do Pé-Grande e correntes de e-mail denunciando a internacionalização da Amazônia me ensinou e que pode ajudar as pessoas a navegar este mundo de bolhas online, pós-verdade e fake news.

Mais pessoas participaram, cada uma tratando de um tema diferente: Átila Iamarino, Mathhew Shirts, Sabine Righetti, André Souza, Pedro Kyatt, Hugo Aguilaniu, Mayra Castro e Natália Pasternak Taschner. Os vídeos do Átila e do André já estão no ar enquanto escrevo, os demais devem aparecer em breve.

Um TEDx é um evento que segue os padrões das TED Talks, como seu lema "ideias que vale a pena espalhar", mas organizado de forma independente (daí o "x"). Neste caso, como o nome TEDx USP diz, a organização coube à Universidade de São Paulo.

O convite para participar desta edição foi muito gratificante: fora o lado cool da coisa (um palco! microfone! as letras TED lá atrás!) saber que os responsáveis por um aparato desse porte consideram as minhas ideias dignas de espalhar é algo que me faz olhar o mundo com uma dose extra de sobriedade. Espero que você assista ao vídeo e concorde com eles!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A maldição de Noé, a África e os negros

Raios cósmicos e a Grande Pirâmide

Cuba cura câncer?