Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 18, 2018

Falso disco voador (re)encontrado em museu

Imagem
Os restos de um "UFO" que teria caído num pântano inglês em 1957, poucas semanas após o lançamento do Sputnik, foram redescobertos, recentemente, no depósito do Museu de Ciência de Londres, informou, no início do mês, o jornal Yorkshire Post. O autor do artigo que relata a descoberta, jornalista David Clarke, é autor do livro How UFOs Conquered the World, que aborda a saga dos objetos voadores não-identificados como fenômeno cultural. Como mostram fotos de jornal de 60 anos atrás, o suposto óvni -- que, antes de desaparecer no depósito do museu, chegou a ser declarado "a fraude mais cara e bem elaborada da Grã-Bretanha" -- era uma miniatura:



Depois de descoberto, o suposto disco voador foi aberto, revelando em seu interior um livreto de folhas de cobre cobertas por "hieroglifos". Decifrados pelo dono de uma cafeteria (yep), esses sinais mostraram-se um aviso dos extraterrestres para os humanos, exortando os terráqueos a evitar um conflito nuclear: "e…

A Lição de Tales para escritores

Imagem
Tales de Mileto (624-546 AEC) é tradicionalmente considerado o primeiro "cientista" do Ocidente: ele teria sido o primeiro sábio a tentar explicar os fenômenos da natureza nos termos da natureza, sem apelar para a linguagem da religião e do mito. Também teria sido o primeiro a prever com sucesso um eclipse solar. Era um homem adiante de seu tempo e, sob muitos aspectos, até do nosso.

Além de proto-cientista, no entanto, Tales também foi um observador arguto da natureza humana, e um sujeito com um ótimo senso de ironia. De acordo com o biógrafo Diógenes Laércio, certa vez perguntaram a Tales o que teria surgido primeiro, o dia ou a noite, ao que ele respondeu: "A noite, que veio um dia antes".

Suas respostas epigramáticas mais famosas são as que deu à questão sobre qual a coisa mais difícil do mundo ("conhecer-se a si mesmo")  e a mais fácil ("dar conselhos aos outros"). Incapaz de olhar com clareza para o próprio umbigo, o ser humano ainda assi…