sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Diversidade, igualdade, intolerância

“Universalismo e Diversidade”, mais recente livro do pesquisador e docente Renato Ortiz, do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp, propõe uma discussão crítica da emergência da diversidade como novo valor universal. “Transformar a diversidade num valor universal é um oximoro. Mas isso é interessante, revela uma tensão que caracteriza o mundo em que vivemos”, disse Ortiz. O pesquisador lembra que a crítica do velho universalismo dos iluministas, e do mal realizado em seu nome — do imperialismo, do colonialismo, do racismo — já foi feita, mas que a diversidade ainda não foi pensada de forma crítica. “Ninguém diria: ‘Sou contra a diversidade’”, exemplificou. “Veja, não estou defendendo o ponto de vista contrário a ela. A questão é: se você não pode sequer formular a pergunta, é porque o termo já se encontra positivado, a ponto de não se perceber mais as coisas de outra maneira”. Leia a entrevista completa no Jornal da Unicamp.

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

As dunas de Plutão

Imagens recém-divulgadas da superfície de Plutão, enviadas pela sonda da Nasa New Horiozons, revelam o que parecem ser dunas na superfície do planeta-anão. Como dunas, em Marte ou na Terra, são aglomerações de material pulverizado criadas pelo vento, e a atmosfera de Plutão é quase inexistente, as fotos deixaram cientistas intrigados, diz a primeira nota da coluna Telescópio, do Jornal da Unicamp. Em outro item, estudo publicado na PNAS estima em US$ 1 bilhão o valor dos serviços ecológicos prestados à cultura do milho por morcegos insetívoros. Leia a coluna completa.