Postagens

Mostrando postagens de Março 18, 2012

Maratona da Lua: não perca

Imagem
No início da semana que vem -- entre domingo e segunda-feira, para ser preciso -- a Lua, em fase crescente, vai correr uma maratona: estará junto a Júpiter na noite de domingo, mas na segunda vai tirar uma fina de Vênus. Uma corrida e tanto: os dois planetas estão separados por 700 milhões de quilômetros, e...

Tá. Brincadeirinha. A Lua não vai sair da órbita da Terra, como fez no seriado Espaço: 1999. O movimento será aparente, causado pelo fato de o céu parecer uma tela plana, encurvada, onde as estrelas e planetas desfilam como pontinhos incrustados de luz. Mas isso não diminui em nada o espetáculo: quem se dispuser a olhar para noroeste, logo que escurecer, nos dois dias verá, no primeiro, o crescente bem perto de uma luz meio fraca, Júpiter; e no segundo, a Lua junto à segunda luz mais intensa do céu noturno, Vênus.

Júpiter é o maior planeta do Sistema Solar e Vênus é até menor que a Terra (85% do volume da nossa bola de lama natal), mas a distância que separa os dois planetas de …

Calculando o número de 'encontros alinígenas reais'

Imagem
Do xkcd, genial como de costume. Também daria para chamar de "Equação de Fox Moulder" ou "Lei de Bilu".

Por que a evolução é verdade?

Imagem
Graças à magia do Kindle, terminei de ler por estes dias Why Evolution Is True, do biólogo americano Jerry Coyne, que há cerca de três anos mantém também um blog muito interessante com o mesmo nome do livro. Foi um respiro muito bem-vindo em meio às toneladas de religião e mitologia que ando digerindo ultimamente, numa espécie de ressaca bibliográfica do Livro dos Milagres (pesquisa-se uma coisa, surge uma referência a outra, e quando se nota você está lendo os evangelhos gnósticos de Nag Hammadi e especulando sobre a relação entre Dositheus e Simão Mago).

O livro de Coyne é uma exposição cuidadosa, para leigos, do estado atual da teoria da evolução e uma longa argumentação contra o criacionismo em geral. Funciona muito bem nas duas frentes.

Claro, no meu caso o autor está pregando para os convertidos, mas mesmo assim encontrei muitas informações interessantes ali, incluindo alguns casos de (aparente) seleção sexual que complementam muito bem a linha de argumentação de Jared Diamond e…

'Secularismo militante', lá vamos nós de novo

Por uma daquelas ótimas coincidências que fazem por merecer no nobre título de serendipidade, nesta segunda-feira temos disponíveis, online, dois artigos sobre a, ahn, "ameaça do secularismo militante", um de Carlos Alberto Di Franco, no Estadão, e outro de Nick Cohen, no Spectator
Ambos têm algo a acrescentar ao "debate" em torno a remoção dos crucifixos dos tribunais determinada pela Justiça gaúcha, ainda que o de Cohen só o faça por vias transversas, já que seu principal foco é a situação britânica. Ah, sim: uso a palavra "debate" entre aspas porque a inadequação da presença de cruzes em cortes de Justiça deveria ser autoevidente, como bem expôs Helio Schwartsman, na Folha, dias atrás.
Mas, voltando à dupla principal: o texto de Cohen é praticamente uma refutação, ponto a ponto, do (pouco) que há de substantivo na diatribe de DiFranco, que começa a empilhar falácias logo de cara, ao declarar "chata" a preocupação secularista do Judiciário g…