Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 19, 2017

Matriarcado pré-histórico na América

Imagem
Análise genética de um cemitério pré-histórico localizado onde hoje fica o Estado do Novo México, nos Estados Unidos, mostra que o status naquela sociedade era transmitido pela linha materna: nove dos corpos sepultados numa cripta de elite têm laços de parentesco evidenciados pelo DNA mitocondrial, que é transmitido pela linha materna.
O povo de Chaco Canyon, que floresceu no sudoeste norte-americano por volta do ano 1000 da Era Comum, vivia em edifícios de pedra, chamados Casas Grandes. Os corpos foram encontrados na chamada Sala 33 de Pueblo Bonito, a maior dessas casas, com 650 salas no total. A Sala 33 é considerada o mausoléu de uma família importante, e foi usada por mais de três séculos. O trabalho, de autoria de pesquisadores dos Estados Unidos, foi publicado em Nature Communications.

Além dos genomas mitocondriais idênticos, os corpos sepultados também tiveram parentes constatado pelo DNA nuclear, que “demonstra relações mãe-filha e avó-neto, evidência de um grupo matrilinear…

Múltiplos mundos habitáveis: história e ficção

Imagem
Sete planetas, com massas estimadas entre metade e o dobro da do planeta Terra e temperaturas capazes de suportar a existência de água em estado líquido, foram encontrados em órbita de uma diminuta estrela a 39 anos-luz da Terra. É verdade que se fala que apenas três deles estão na chamada “zona habitável” da estrela, mas esse conceito de “habitável” é, para dizer o mínimo, controverso: para defini-la corretamente, é preciso levar em consideração muitos outros fatores para além da irradiação estelar, como, por exemplo, a atividade geológica. No nosso próprio Sistema Solar, afinal, as luas de Júpiter e Saturno, que estão bem fora da zona habitável ortodoxa, são hoje os principais candidatos a abrigar formas de vida extraterrestre.


Com massa que é apenas 8% da do Sol, a estrela, chamada TRAPPIST-1, é uma “anã vermelha gelada”, pequena e de temperatura relativamente baixa. A descoberta é descrita na revista Nature. Para os fãs de quadrinhos, é curioso lembrar que a estrela do planeta Kr…