Atlântida, o continente perdido

Ignatius Donnelly foi deputado federal nos EUA em meados da década de 1860. Dono de uma mentalidade progressista para a época — defendeu os direitos dos negros e dos índios e rompeu com o Partido Republicano por discordar de esquemas de corrupção —, viu sua carreira política definhar na década seguinte e virou escritor. Em 1882, inventou a Atlântida. (Continue a ler na revista Galileu)

Comentários

  1. BOA NOITE CARLOS ORSI GOSTARIA DE SABER SE TEM ALGUM ESTUDO FALANDO SOBRE A BIBLIA?
    ABRAÇOS.. EDUARDO PADULA

    ResponderExcluir
  2. Marcelo Porto Allen22 de novembro de 2013 09:54

    A ideia de "descoberta" em Ciência está em cheque desde Thomas Kuhn. Mas, particularmente, considerar a teoria tectônica como uma descoberta é ainda mais estranho. Acho que seria interessante rever esse modo de escrever.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

"Fosfo da USP" volta a dar chabu em testes oficiais

Baleia ou barriga?

O financiamento público da pseudociência