Autoestima, pensamento positivo e psicobaboseira

A ideia de que nossos pensamentos podem construir ou destruir nossas vidas é antiga. “Porque como imaginou em seu coração, assim o homem é”, diz um versículo do Livro dos Provérbios da Bíblia, citação que batiza o primeiro bestseller de autoajuda pelo pensamento positivo, As a Man Thinketh, de 1902. A ele se seguiram inúmeros outros, incluindo o megassucesso O Segredo. (Leia artigo completo no site da Revista Galileu)

Comentários

  1. Carlos,
    você poderia, por gentileza, citar o nome do estudo de 2009 sobre “autoafirmações positivas” e onde o encontro? Agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! um dos problemas com a limitação de espaço na Galileu é não poder encaixar as referências completas... Aí vai: "Positive Self-Statements : Power for Some, Peril for Others", Joanne V. Wood, W.Q. Elaine Perunovic and John W. Lee, Psychological Science 2009 20: 860, http://pss.sagepub.com/content/20/7/860

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Baleia ou barriga?

O financiamento público da pseudociência

Design Inteligente é propaganda, não ciência