Agora só falta a Universal ter um país só dela

A imagem dos camisas pretas de Mussolini marchando sobre Roma foi a primeira que me veio à mente quando li a notícia de que uma tropa de camicie bianche da Universal do Reino resolveu tomar as leis de trânsito nas próprias mãos e decidir quem podia, ou não, usar as vias públicas durante a inauguração do Templo, dito de Salomão, sem ser incomoda pelas autoridades que, em tese, deveriam zelar pelo direito de ir e vir de cidadãos de todos os credos, etnias, orientações sexuais, etc.

Logo me dei conta, no entanto, de que a comparação com o fascismo era um exagero, em que pesem a tropa uniformizada, o líder carismático fardado (ou, no caso, fantasiado de rabino) e a guarda de honra, vestida como extras de Indiana Jones e o Templo da Perdição, a carregar a Arca da Aliança nos ombros (foram eles que confundiram os filmes, não eu).

A temporária privatização branca -- trocadilho intencional -- das ruas no entorno do templo, assim como a presença dos chefes dos três níveis do Executivo apenas mostram que a Universal do Reino ascendeu, aos olhos dos políticos brasileiros, ao céu dos "amigos" citados na frase "aos amigos tudo, aos inimigos, a lei".

Qualquer um pode adentrar esse paraíso, bastando para isso uma alta capacidade comprovada de financiamento eleitoral ou de produção de votos -- ou, idealmente, ambos. Quem está nele é, para todos os efeitos práticos, tão inimputável quanto o Banqueiro Anarquista de Fernando Pessoa. Nele convivem movimentos sociais, igrejas, empreiteiras, sindicatos.

Há variações regionais e partidárias, é claro, mas existem alguns poucos "amigos" realmente nacionais, e a Universal do Reino parece ter conquistado seu lugar entre eles, bem ao lado da Católica. Para haver isonomia completa só falta o Edir Macedo firmar um tratado diplomático com o governo brasileiro, indicar ministros ao STF e o dia da inauguração do templo virar feriado nacional.

A primeira parte pode parecer delirante, mas uma história da Cientologia diz que L. Ron Hubbard tentou comprar um Estado na África para criar seu próprio "Vaticano". Talvez outros possam vir a ter sucesso onde ele falhou? Tornar-se uma teocracia pode ser o que falta para Sealand ser levado a sério na política internacional, afinal.

Já a segunda e a terceira podem estar mais perto do que se imagina: o segundo suplente na chapa de José Serra ao Senado, por exemplo, é bispo (licenciado) da Universal.


Alguém poderia ver nisso um sinal de evolução da democracia brasileira: não só a lista de "amigos" torna-se mais inclusiva, como a deferência concedida historicamente ao catolicismo passa a ser estendida a outros credos. Mas esse seria um "alguém" que eu gostaria de mandar para os quintos dos infernos. A verdadeira democracia não é aquela com um clube elástico de "amigos",  mas uma onde impera o princípio da impessoalidade, em que a lei é, de fato, cega e vale para todos: quem comete um crime é criminoso, não importa se agiu em nome de Deus ou do "movimento social".

Da mesma forma, um Estado democrático é um Estado laico -- o que não significa que todas as religiões devam ter os mesmos privilégios e sinecuras, e sim que nenhuma religião deve ter privilégios e sinecuras. O Brasil, no entanto, segue pelo caminho de menor resistência, onde homens (e mulheres) públicos rifam princípios em nome de ganhos políticos de curto prazo.

Millôr Fernandes, que vem sendo muito lembrado neste ano, tinha uma máxima sobre esse ethos nacional Stanislaw Ponte Preta, o incansável compilador do Festival de Besteiras que Assola o País, tinha uma boa frase sobre esse ha´bito nacional: "Ou se instaura a moralidade, ou nos locupletemos todos". O problema é que não dá para todos se locupletarem ao mesmo tempo: cedo ou tarde, alguém paga a conta.







Comentários

  1. Todo esse "teatro" foi armado por dois motivos super aparentes: Mostrar poder e dar pão e circo para os pobres ouvintes. Desculpa se não acredita em religiões.... Mas a verdadeira religião é a que nos coloca mais proximos da verdade. é aquela que nos coloca mais perto de Jesus. É aquela que reconhe o homem como um ser pecador e carente de salvação. Longe de desejo de poder! Essa não é a vontade de Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. John Lennon, que ilustre leitor temos aqui! Mas sinto muito John, alguém esqueceu de te avisar que o sonho acabou: deus não existe e 5 bilhões de pessoas no mundo não acreditam em Jésuis.

      Excluir
  2. Perfeito como de costume, Carlos! Só um reparo: a citação final é de Sergio Porto (Stanislaw Ponte Preta), não do Millôr.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Flávio, obrigado! Acho que encontrei a frase pela 1a vez numa crônica do Millôr, e acabei associando-a a ele...

      Excluir
  3. A maior desgraça da democracia, é que ela traz à tona a força numérica dos idiotas, que são a maioria da humanidade...
    Nelson Gonçaves.

    ResponderExcluir
  4. Voltamos ao circo da ignomínia, de Nero. Só falta a Universal iniciar uma perseguição a cristãos que terei certeza que regredimos dois mil anos. Se Jesus voltasse era bem capaz desse pessoal (chamarei de fariseus modernos) o fazerem percorrer o caminho ao Gólgota novamente. Vã vaidade, louco orgulho... E quantos cegos que não enxergam o ÓBVIO.

    ResponderExcluir
  5. sera?
    a liberdade de cada não deve ser questionada , sendo avaliado por um ponto de vista

    vcs acham que seus seguidores estão sendo iludidos

    por favor,a quem domine e a quem se deixe dominar

    o mesmo ocorreu em tempos atras e ira sempre ocorrer

    pensaremos desta forma :quando um determinado líder surge , o qual faz grande repercussão e este acaba destacando-se por algum feito , surgem pessoas ou movimentos , questionando , sobre por que este ser,esta sendo ovacionado
    a partir deste pontos surgem criticas por vários meios e seguimentos a saber :jornalistas , comentaristas , pessoas contrarias a determinada doutrina e outros , falando e refalando sobre o assuntos e soltando suas farpas , que dizem os mesmos que seus adeptos estão sendo enganados e outras coisas

    porem eu vou a fundo , pois não me contento com muitas coisas e por não ficar presa a um determinado ponto de vista e sim faco seleção dos melhores comentários e formulo minhas opiniões com base sobre dados históricos


    então , por acaso , antes destas formas de pensar , serem colocadas a prova para os que irão ler , alguém se preocupou em averiguar as opiniões de seus seguidores ? ou alguém , foi fazer entrevistas , sobre o que os mesmo acham , o que pensam , qual o grau de escolaridade , ou condições sociais , que fazem que haja um mover dentro do seu ser interior , que o leve a acreditar no que esta inserido ?

    Isto ja ocorreu em outros âmbitos , países , movimentos
    Recordemos :
    Hitler , Mao , Urss , a Igreja Católica , os Movimentos políticos,Roma , , fatos históricos como a lobotomia , a Primeira Guerra Mundial, as cruzadas e tantos outros que não caberiam neta pagina

    Acho que não ? pois por vários anos , este movimentos de religiões , principalmente as protestantes são avaliadas como sendo exploradora da fé , cujos seus seguidores são pessoas sem instrução alguma e afirma alguns comentários de muitos que os mesmo são enganados, e isto e certo

    porem , eu creio que e um ledo engano
    hoje em dia , a situação inverteu-se e muitos
    muitos crentes são , hoje , em dia gracas aos meios de comunicação , vontade de atualizar-se , senso de crescimento e outros atributos , muitos são formadores de opiniões , jornalistas e muitos estão ingressos em meios , antes jamais vistos , pois varias visões foram abertas

    eu não estou defendendo a Igreja universal ou seu líder
    pois não concordo com vários pontos e são pontos relevantes , inclusive , talvez concordaremos com muitos pontos , que podem gerar entendimentos e podemos discernir neste pontos o que e certo ou errado ,mas generalizar a todos , ou concluir , mediante analises precipitadas que as pessoas são levadas a cometer erros , por não saberem o que seguem , e um verdadeiro tiro no pé 

    ResponderExcluir
  6. sera?
    a liberdade de cada não deve ser questionada , sendo avaliado por um ponto de vista

    vcs acham que seus seguidores estão sendo iludidos

    por favor,a quem domine e a quem se deixe dominar

    o mesmo ocorreu em tempos atras e ira sempre ocorrer

    pensaremos desta forma :quando um determinado líder surge , o qual faz grande repercussão e este acaba destacando-se por algum feito , surgem pessoas ou movimentos , questionando , sobre por que este ser,esta sendo ovacionado
    a partir deste pontos surgem criticas por vários meios e seguimentos a saber :jornalistas , comentaristas , pessoas contrarias a determinada doutrina e outros , falando e refalando sobre o assuntos e soltando suas farpas , que dizem os mesmos que seus adeptos estão sendo enganados e outras coisas

    porem eu vou a fundo , pois não me contento com muitas coisas e por não ficar presa a um determinado ponto de vista e sim faco seleção dos melhores comentários e formulo minhas opiniões com base sobre dados históricos


    então , por acaso , antes destas formas de pensar , serem colocadas a prova para os que irão ler , alguém se preocupou em averiguar as opiniões de seus seguidores ? ou alguém , foi fazer entrevistas , sobre o que os mesmo acham , o que pensam , qual o grau de escolaridade , ou condições sociais , que fazem que haja um mover dentro do seu ser interior , que o leve a acreditar no que esta inserido ?

    Isto ja ocorreu em outros âmbitos , países , movimentos
    Recordemos :
    Hitler , Mao , Urss , a Igreja Católica , os Movimentos políticos,Roma , , fatos históricos como a lobotomia , a Primeira Guerra Mundial, as cruzadas e tantos outros que não caberiam neta pagina

    Acho que não ? pois por vários anos , este movimentos de religiões , principalmente as protestantes são avaliadas como sendo exploradora da fé , cujos seus seguidores são pessoas sem instrução alguma e afirma alguns comentários de muitos que os mesmo são enganados, e isto e certo

    porem , eu creio que e um ledo engano
    hoje em dia , a situação inverteu-se e muitos
    muitos crentes são , hoje , em dia gracas aos meios de comunicação , vontade de atualizar-se , senso de crescimento e outros atributos , muitos são formadores de opiniões , jornalistas e muitos estão ingressos em meios , antes jamais vistos , pois varias visões foram abertas

    eu não estou defendendo a Igreja universal ou seu líder
    pois não concordo com vários pontos e são pontos relevantes , inclusive , talvez concordaremos com muitos pontos , que podem gerar entendimentos e podemos discernir neste pontos o que e certo ou errado ,mas generalizar a todos , ou concluir , mediante analises precipitadas que as pessoas são levadas a cometer erros , por não saberem o que seguem , e um verdadeiro tiro no pé 

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

"Fosfo da USP" volta a dar chabu em testes oficiais

Baleia ou barriga?

O financiamento público da pseudociência