Autopublicando ficção científica para Kindle

Resolvi fazer uma experiência com o Kindle Direct Publishing ("Publicação Direta para Kindle", ou KDP), e na noite passada formatei e submeti meu conto de ficção-científica hard Diamante Truncado ao sistema. Ele já está disponível e à venda, por duas merrecas e meia, neste link. A sinopse (que eu mesmo fiz) é a seguinte: "Quando um misterioso pulso de radiação faz uma base sul-americana no lado oculto da Lua perder contato com a Terra, um cientista brasileiro é enviado para investigar". A capa é uma imagem do lado oculto da Lua feita por uma das missões Apolo.

 Alguém poderia dizer que a coisa mais "ficção científica" da história é supor que a América do Sul consiga um dia ter um programa espacial viável, mas vá lá.

Este conto saiu, no início do século -- se não me engano -- no fanzine Scarium, numa edição especial sobre conquista espacial brasileira. É um dos meus "contos avulsos", dos que nunca foram reunidos em antologias como as publicadas ou que aguardam publicação pela Draco. Ah, sim: conto não é exatamente o mesmo que saiu na Scarium. Houve revisões.

Este é o meu primeiro experimento com o KDP da Amazon. Dependendo de como for, penso em soltar outros contos da mesma forma, e talvez uma coletânea de artigos de divulgação científica que venho montando, usando como base artigos que saíram neste blog e outros que estavam esboçados para o Olhar Cético, mas que não chegaram a ver a luz das telas.

Nada disso quer dizer que eu esteja desistindo das editoras tradicionais, do papel ou dos meios usuais de publicação e divulgação. Mas o KDP abre portas para um material que talvez não interessasse a nenhuma casa editorial, ou que corresse o risco de envelhecer muito ao longo do processo de publicação normal. Anos trabalhando com jornalismo online me deixaram meio impaciente, e ver o texto publicado poucas horas depois de concluído -- e não meses, ou anos -- traz uma satisfação especial.

PS

Só pra lembrar: ninguém precisa ter um kindle, hardware, pra ler a história. A Amazon oferece apps gratuitos de leitura para diversas plataformas: http://www.amazon.com/gp/help/customer/display.html?nodeId=200783640



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"Fosfo da USP" volta a dar chabu em testes oficiais

A maldição de Noé, a África e os negros

Primeiros testes: "fosfo da USP" não funciona e não é "fosfo"