Massacre e tortura na pré-história

Uma vala coletiva de cerca de 7.000 anos atrás, contendo os restos de pelo menos 25 corpos humanos, com sinais de violência, foi descoberta na Alemanha. Os achados são descritos no periódico PNAS. O sítio arqueológico pertence à chamada Cultura LBK da Europa Central, cujos padrões de violência são alvo de discussão entre cientistas. O novo local de massacre se soma a outros três vinculados à LBK, encontrados na Alemanha e na Áustria. Ele se destaca dos demais pela presença frequente de ossos quebrados nas pernas das vítimas, o que sugere o uso sistemático de tortura. Leia mais sobre esta e outras descobertas científicas na coluna Telescópio.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Baleia ou barriga?

O financiamento público da pseudociência

Design Inteligente é propaganda, não ciência