ETs, balões e as linas de Nasca

Ventos fortes e tempestades de areia num deserto do sul do Peru revelaram novas figuras junto às famosas Linhas de Nasca, informa a imprensa peruana e internacional. Essas linhas dão forma a desenhos gigantescos, deixados no solo desértico por culturas que habitaram a região ao longo de séculos, num período que terminou cerca de mil anos antes da chegada dos europeus às Américas. As figuras são contornos de animais, plantas e formas geométricas. Entre as novas imagens reveladas, há uma serpente de cerca de 60 metros de comprimento. Leia o artigo completo no Olhar Cético do site da Galileu.

Comentários

  1. Então uma civilização extra-terrestre, capaz de viagens interplanetárias, precisa de desenhos feitos com pedras no chão para saber onde pousar suas espaçonaves.
    Será que nunca encontraram algumas cartas aéreas aliens, tipo "Aproximação Nazca 1" ou "PPP (procedimento de pouso padrão) Stonehedge" ?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

"Fosfo da USP" volta a dar chabu em testes oficiais

Baleia ou barriga?

O financiamento público da pseudociência