Os segredos da tigelinha budista de meditação

Que transubstanciação, que nada: impressionante mesmo é a tigelinha budista, que canta e ferve quando é esfregada, como se vê no vídeo abaixo:



"Impreessionante", claro, não quer dizer "milagroso". Cientistas estão estudando em detalhes as propriedades dessas tigelas, que podem ser vistas como sinos e cobre que entram em ressonância quando goleados ou esfregados.

Em trabalho descrito na revista Nonlinearity, pesquisadores usaram alto-falantes para emitir sons nas frequências de ressonância de cinco tigelas do século V. À medida que o volume aumenta, ondas se formam na superfície da água e colidem entre si, espirrando gotas levando à aparência de "fervura".

Neste link, tambpewm disponível no site ScienceNow, há um vídeo em close da superfície da água.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"Fosfo da USP" volta a dar chabu em testes oficiais

Baleia ou barriga?

O financiamento público da pseudociência