O dilema lexicográfico do prisioneiro

O blog do psicólogo britânico Richard Wiseman trouxe, na sexta-feira, um enigma que, em linhas gerais, é o seguinte:

Você está preso numa cela, e os malvados guardas propuseram um desafio. Eles escreveram uma letra do alfabeto em uma série de pedaços de cartolina, e colocaram as cartolinas no chão da sua cela, formando uma palavra. 


Você deve retirar um cartão, garantindo que os restantes ainda formem uma palavra -- não é permitido reorganizar a ordem das letras. Você deve repetir o processo até que reste apenas uma letra. Em que ordem as letras devem ser retiradas?

A palavra dada pelos malévolos guardas de Wiseman está, compreensivelmente, em inglês (quem quiser tentar a mão no enigma original, é só seguir o link na primeira linha desta postagem). Adaptando o problema para o português, resolvi acrescentar uma facilidade e uma dificuldade.


  • A facilidade, que atende a uma peculiaridade de nossa língua, é permitir a livre manipulação dos acentos. Assim, por exemplo, se fosse possível (não sei se é; não testei) reduzir CAMPESTRE ao par de letras PE, pode-se considerar que se trata da palavra PÉ.
  • A dificuldade também emana de uma característica do português, que é a de termos muitos vocábulos de uma letra só -- os artigos (e pronomes oblíquos) "a", "o", a conjunção "e". Assim, na minha versão do desafio é obrigatório que até a última letra  restante seja também uma palavra válida.

Como o domingo é longo, eu deixo quatro palavras a serem reduzidas, em grau crescente de dificuldade:

MOLHAR; AFIRMAR ; CORREIO; CANDENTE.

O objetivo é produzir uma lista de letras que podem ser retiradas de cada uma dessas palavras (cada palavra tem uma lista diferente), sendo que cada remoção deixa um outro vocábulo válido da língua portuguesa no lugar. Boa sorte!

Comentários

  1. Vale conjunções de verbos (Ex: caminhar -> caminha ou caminhei)?

    ResponderExcluir
  2. Se a conjugação de verbos for permitida, aí vão minhas respostas:

    AFIRMAR
    FIRMAR_
    FIRMA__
    _IRMÃ__
    _IR_Ã__
    __R_Ã__
    ____A__

    MOLHAR
    _OLHAR
    _OLHA_
    _OL_Á_
    __L_Á_
    ____A_

    CORREIO
    CORREI_ (2a. pessoa do imperativo do verbo correr)
    COR_EI_ (1a. pessoa do pretérito do ??? de corar)
    _OR_EI_
    _OR_E__
    __R_É__
    ____É__

    CADENTE
    CADE_TE
    CA_E_TÉ (cidade de MG)
    CA___TE (do verbo catar)
    _A___TÉ
    _A____Ê (ou _____TE)
    ______É

    Se quiser segurar a liberação desta resposta para o pessoal dar as respostas deles, OK.

    ResponderExcluir
  3. Vale sim, Rafael! Cada conjugação conta como uma palavra diferente!

    ResponderExcluir
  4. Que ótima maneira de exercitar o cérebro num doimingão à tarde!A minha resolução só ficou diferente da do Rafael em CORREIO:
    CORREIO
    CORREI_
    CO_REI_
    _O_REI_
    ___REI_ <---
    ___RÉ__
    ____É__

    ResponderExcluir
  5. É, achei a do CORREIO a mais chata pelos verbos conjugados, que deixa sem graça o desafio, mas há diferentes possibilidades nos outros.

    Muito bom!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

"Fosfo da USP" volta a dar chabu em testes oficiais

Baleia ou barriga?

O financiamento público da pseudociência