Power Balance quer ser homeopatia quando crescer

O website americano do fabricante das pulseiras Power Balance -- aquelas faixas de borracha com um holograma de cartão de crédito em cima, que serviriam para "harmonizar as energias", seja lá o que isso for -- publicou uma nota dizendo que "defende seus produtos".

"Ao contrário de recentes alegações na imprensa australiana, a Power Balance não fez nenhuma alegação de que as pulseiras não funcionam. Isso é simplesmente falso", prossegue o texto, que diz que "aparentemente, algumas alegações em nossos anúncios australianos não atendiam aos padrões da ACCC", sigla do órgão de defesa do consumidor da Austrália.

Esse "aparentemente" é intrigante. Se o autor da declaração no site americano tivesse se dado ao trabalho de consultar o website australiano das pulseiras milagrosas, teria encontrado (com alguma dificuldade, é preciso reconhecer) a seguinte nota:

"Em nossa publicidade, afirmamos que as pulseiras Power Balance melhoram a força, o equilíbrio e a flexibilidade. Admitimos que não existe evidência científica digna de crédito que apóie nossas alegações, e portanto estivemos envolvidos em conduta enganosa, em violação da seção 52 da Lei de Práticas Comerciais."

Não há nada de "aparentemente" nisso. É uma admissão de culpa, clara e cristalina como água.

Mas então, como ficamos? A Power Balance diz, ao mercado americano, que funciona. A Power Balance diz, ao mercado australiano, que não há prova científica de que funcione. WTF?

A saída, claro, é o gambito homeopático: não haver prova científica não é o mesmo que não funcionar.

Certa vez, ouvi de um homeopata que exigir que suas práticas fossem comprovadas cientificamente equivalia a "imperialismo metodológico".  A nota americana da Power Balance não chega a tanto, mas menciona "filosofias holísticas e orientais". É um bom começo.

Comentários

  1. Pior é abrir um página que critica a Power Balance e encarar um justamente um anuncio das pulseiras na barra lateral. Paradoxos do Google Adsense. Espero que pelo menos te pagem pelo anúncio.

    ResponderExcluir
  2. Tem a pesquisa desse cara aqui ó, legal:
    http://www.elpais.com/articulo/sociedad/estudio/concluye/pulsera/Power/Balance/mejora/equilibrio/elpepusoc/20100517elpepusoc_11/Tes

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

"Fosfo da USP" volta a dar chabu em testes oficiais

Baleia ou barriga?

O financiamento público da pseudociência